Divine Word Missionaries

Peace and Justice Issues


Peace
&
Justice


Back to

Peace & Justice

Members' Area

Site Map

Home


10 IMPULSOS PARA ADVENTO

Caras irmãs, caros irmãos!

ma iniciativa dos irmãos maristas convida a cada ano leigos e religiosas(os) a refletir sobre as lutas e modos de viver de um continente. Quero retomar esta idéia e convidar a todos vocês a orar conosco, pedindo neste Ano de graça, com nossos Santos, pelo continente americano.

Como família de Arnaldo Janssen somos chamados a ir além das nossas fronteiras. Desta vez, nos queremos solidarizar com as pessoas da América Latina. Com eles queremos rezar e compartilhar suas esperanças e problemas, perseguições e sofrimentos. No tempo de advento, meditamos a Palavra de Deus, cheia de esperança para todos. Estes reflexões foram elaboradas na América Latina; elas compartilham as preocupações comuns do nosso mundo.

Ao orr com irmãs, confrades e amigos que vivem e trabalham em 65 países diferentes, pedimos ao Senhor que ele abra nossos corações diante das injustiças que os pobres e excluídos hão de sofrer.

Os 10 impulsos mostram a seguinte estrutura: À Palavra de Deus segue uma oração, assim como uma citação dos nossos Santos. Uma reflexão faz a ponte para um documento verbita, terminando com uma pequena oração de advento. Outros elementos como cantos, perguntas, símbolos, podem ser incluídos. Os elementos presentes são apenas tijolos - não são a casa pronta!

Quero, neste momento, agradecer expressamente aos irmãos maristas que colocaram orações e textos a disposição, assim como a todos que colaboraram na tradução, correções, editoração e distribuição. Neste Natal, desejo a cada um de vocês a força que vem do calor e da luz de Jesus na manjedoura. Somente ele pode nos sustentar em nossa luta comum contra o poder das trevas, trevas especialmente devastadoras na vida dos que são pobres. O Advento é tempo propício para pedir que se alarguem os horizontes de nosso coração. Que este tempo de espera replete nossa esperança e nosso desejo de irradiar a presença de Cristo entre os mais necessitados, os de dentro e os de fora.

Unidos na solidariedade com os pobres os saúda
Michael Heinz svd

1.º De Dezembro:
‘QUERO SER ALGUÉM NA VIDA’.
Dia Internacional del AIDS

PALAVRA DE DEUS

“Senhor, tu és o nosso pai, nós somos a argila e tu és o nosso oleiro,
todos nós somos obras das tuas mãos” (Is. 64, 7)

ORAÇÃO COMUNITÁRIA – SALMO 18

Eu te amo, Senhor, minha força.
O Senhor é minha rocha e minha fortaleza,
É meu libertador e é meu Deus,
é a rocha que me dá segurança;
é meu escudo e me dá a vitória.
Invoco o Senhor
que é digno de louvores,
e vejo-me livre de meus inimigos.
ante mim estavam
erguidas tramas mortais.
Em minha angústia eu invoquei
o Senhor,e clamei a meu Deus.
Meu clamor chegou até seus ouvidos
e do seu Templo ouviu minha voz.
Tu fazes, Senhor, que brilhe minha lâmpada,
meu Deus ilumina minhas trevas!
Contigo ataco os exércitos,
com meu Deus escalo a muralha.
Meu Deus, seu agir é perfeito,
e sua palavra é a toda prova.
Ele é um escudo
para qualquer que se acolha à ele.
Pois, quem é Deus fora do Senhor?
quem é a Rocha, senão nosso Deus?

PALAVRA DE NOSSOS SANTOS

"A linguagem do amor é o único idioma estrangeiro que todos os seres humanos entendem". José Freinademetz

REFLEXÃO

Ela não tinha 16 anos, mas aparentava muito mais. Lembro bem aquele dia em que a encontramos: seu cabelo desalinhado, sua pele queimada pelo sol, seus pés descalços, sua roupa suja e seu rosto que deixava entrever alguns golpes... Lorena aproximou-se para dizer-nos que queria ingressar no centro de reabilitação para “meninas de rua”. “Quero estudar, quero ser alguém na vida...” disse. Durante o trajeto de ônibus foi contando-nos parte de sua historia: como havia deixado a sua família, uma família desintegrada, e havia começado a vagar pelas ruas, suas noites de bebida, os roubos e abusos sofridos... e como depois de tanto tempo havia surgido nela o desejo de refazer sua vida... Lembro também como sorriu a um pequenino que estava nos braços de sua mãe no assento em frente dela; tirou um biscoito de seu bolso e o deu à criança e começou a cantar enquanto descíamos do ônibus.

A história da dor de Lorena repete-se em milhares de jovens na América latina, e seu retorno à esperança é também susceptível de multiplicar-se. “Quero ser alguém na vida”.

Tenhamos presentes em nosso coração os meninos, meninas e jovens de nosso próprio bairro, de nosso centro educativo, de nossa sociedade, cuja dor os impede de reconhecer que são argila nas mãos do Pai. Declinemos seus nomes...

Peçamos ao Senhor que o tempo do advento que iniciamos nos conduza à vida, nos leve a dar novos passos no caminho da justiça em favor da vida de todas estas “obras das mãos de Deus”... e que nossa oração e ação se convertam num canto esperançoso como o de Lorena...

SABEDORIA E JUSTIÇA

HIVIAIDS é uma tragédia de proporções mundiais cujos efeitos vão dizimando gerações e destruindo a infra-estrutura econômica de povos inteiros. Sua proliferação também é devida a fatores de pobreza, carência de recursos para uma adequada atenção médica, abuso de drogas e, especialmente à ignorância e à relutância em falar sobre sexo, seja por razões culturais ou religiosas. Devemos tomar consciência sobre o ritmo veloz da expansão da doença e estar preparados para tomar medidas eficazes nas primeiras etapas da enfermidade. Devemos colaborar na formação da consciência, corrigir idéias falsas e cultivar um clima de franqueza ao se tratar o problema. Deveríamos ainda redobrar nosso esforço de apoio às vítimas dessa epidemia, ajudando a superar o caráter condenatório que por vezes a acompanha.

ORAÇÃO DE ADVENTO

Senhor Deus, neste Advento,
Concede-nos que levemos vida onde há morte, luz onde há trevas.
Concede-nos que trabalhemos pela justiça
por meio de nossa identificação com o povo,
Concede-nos que aprofundemos os laços
com todos os que lutam pela justiça,
para que semeemos amor onde haja exclusão, opressão e injustiça.
Amém.

3 de Dezembro:
‘DEIXAR-NOS ENRIQUECER PELOS POBRES’

PALAVRA DE DEUS

“Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultastes essas coisas aos sábios e entendidos, e as revelaste aos pequeninos.” (Lc. 10, 21)

ORAÇÃO COMUNITÁRIA

Senhor, te dou graças
por tu falar tantas línguas.
Tu que possuis tantos amigos
em todas as latitudes.
Teu reino me enche de admiração.
É suficientemente vasto para
que todos te dêem graças
e te conheçam a Ti,
cada um em sua própria língua e a seu estilo.
Permita-me a fazer parte do teu reino,
em nome do Espírito Santo e de Jesus Cristo.
Amém.

PALAVRA DE NOSSOS SANTOS

Assim como os raios do sol abrem as flores e seus botões, assim chega um rosto amável aos corações humanos". José Freinademetz

REFLEXÃO

“Uma esmola, uma esmola!” Às vezes eram verdadeiros gritos, era impossível que passasse despercebida. Sempre vestida de farrapos pretos, sempre suja, sempre com seu bastão e suas latas na mão, assim era Lolita. Não sei exatamente os detalhes de sua vida antes de conhecê-la, só sei que mendigava todo dia no parque do povoado e logo regressava para sua casa, um barraco meio destruído, para esperar o outro dia. Nós tínhamos combinado dar-lhe parte de suas provisões semanais, e muitas vezes fomos visitá-la para levar-lhe alimentos, cortar-lhe lenha e arrumar um pouco seu quarto. Muitas vezes a ouvi invocando a Deus de uma forma terna: “Meu Deus, abençoe-te”. “Meu Senhor, acompanhe-te” Também é certo que se alguém a quem pedia, lhe negava sua “esmola” era capaz de invocar a todos os “demônios”. Seu quarto não tinha mais que umas mantas nas que se deitava, uma mesa velha, uns pedaços de lenha e alguns trastes velhos. Lembro que uma vez lhe propusemos levá-la a um asilo de anciãos com todos os gastos pagos, mas ela não quis.

Quando Lolita morreu, depois de algumas semanas de enfermidade, algo mudou para mim; senti uma espécie de vazio que não havia experimentado antes. Descobri que ela me havia feito questionar meu estilo de vida e me havia ensinado uma nova forma de ver a vida, mais agradecido, mais confiado na Providência. Lolita havia sido rosto de Deus para mim. Nossas Constituições nos recordam que os pobres são abençoados por Deus e nos evangelizam.

Podes rezar a partir da vida ou da presença dos pobres que conheces ou que vivem perto de ti, deixa que sua vida te interpele, sente a presença de Deus neles e acolhe sua chamada. Peçamos que nossa comunidade se abra cada vez mais em solidariedade para quem carece do necessário, para quem não tem ninguém que deles cuide ou os ame, e demos graças por Lolita e por todos os pequenos a quem Deus revelou sua sabedoria.

SABEDORIA E JUSTIÇA

Possuía uma caixa com aquarelas em pastilhas,
mas não tinha nem a cor vermelha
para o sangue dos feridos,
nem o branco para os corações e rostos dos mortos.
Tampouco tinha o Amarelo
para as abrasadoras areias do deserto.
Em seu lugar tinha o laranja
para o levantar e o deitar do sol,
e o azul para os novos céus
e o rosa para os sonhos da gente jovem.
Sentei-me e pintei a paz.
(Escrito por um menino latino-americano de 10 anos).

ORAÇÃO DO ADVENTO

Senhor,
neste tempo de Advento, abre nossos olhos
para que descubramos
tua presença e tua paz em lugares surpreendentes;
sim, mesmo num estábulo. Amém.

5 de Dezembro:
‘CONSTRUIR SOBRE ROCHA’

PALAVRA DE DEUS

“Assim, todo aquele que ouve essas minhas palavras e as põe em prática será comparado a um homem sensato que construiu a sua casa sobre a rocha...” (Mt. 7, 24)

ORAÇÃO COMUNITÁRIA - SALMO 126

Quando o Senhor fez voltar os exilados de Sião,
Ficamos como quem sonha:
A boca se nos encheu de riso,
E a língua de canções...
Até entre as nações se comentava:
“O Senhor fez grandes coisas por eles!”
O Senhor fez grandes coisas por nós,
Por isso estamos alegre.
Senhor, faze voltar nossos exilados,
Como torrentes pelo Negueb!
Os que semeiam com lágrimas,
Ceifarão em meio a canções.
Vão andando e chorando
Ao levar a semente;
Ao voltar, voltam cantando,
Trazendo seus feixes.

PALAVRA DE NOSSOS SANTOS

"Uma comunidade só pode conseguir algo de bom se está cheia de um espírito bom". Arnoldo Janssen

REFLEXÃO

Como cada dia, os “educadores de rua” saem a percorrer a cidade para encontrar os meninos e meninas que fizeram da rua sua casa. Na Brasil, os religiosos José Antonio e Ruben realizam sua missão entre estes jovens em situação de fronteira. Cada encontro é diferente, sempre há histórias novas e problemas para compartilhar e tentar solucionar: maus-tratos dos transeuntes, abusos da polícia, pelejas entre companheiros, enfermidades venéreas, roubos. E em cada encontro o educador esmera-se em escutar, em dar afeto, em fazê-los sentir que são pessoas e que ainda têm dentro de si imensas possibilidades de realização se assim o desejam. Cada educador leva uma maleta para atender casos de primeiros socorros e infeções menores entre os moços e moças. Muitas vezes, quando os educadores atendem a algum deles, outros começam a simular sentir-se mal e pedem para ser atendidos: uma pequena borrifada de spray anestésico, um pouco de xarope para a tosse, um pouco de pomada... E os educadores o dão com alegria; sabem que não há mal físico, senão que se trata de acolher, de dar amor.

A solidariedade bem entendida começa pelo dom de si mesmo. A solidariedade que parte do amor e do dom generoso de nós mesmos é uma solidariedade que se parece à casa edificada sobre rocha: o verdadeiro amor busca sempre a transformação das situações para impulsionar para a plenitude. E talvez a solidariedade que se limita a dar coisas se pareça à casa edificada sobre areia. Ecoa em nós a pedagogia simples: “Para educar as crianças é preciso amá-las.” Rezemos pelas pessoas que em nosso meio servem aos jovens em situações de maior risco e abandono, e oremos por nós mesmos, para que nossa missão fomente cada vez mais o compromisso solidário que é entrega generosa da própria vida.

SABEDORIA E JUSTIÇA

“As estatísticas indicam que nos próximos vinte anos as cidades irão absorver a maior parte da população mundial. Por isso, precisamos de nos engajar mais, com pessoal e recursos, na pastoral urbana especialmente entre a juventude, os pobres, os marginalizados e todos os que estão na busca espiritual. Nosso ministério nas áreas urbanas não precisa de ser limitado às atuais estruturas paroquiais. A pastoral urbana deve tornar-se um dos focos de atenção de nossos programas de formação inicial e permanente.”
Mensagem do Capítulo Geral, 2000, N.º 84.

ORAÇÃO DO ADVENTO

Espírito de Deus, ansiamos, neste Advento, concertar o círculo rompido, cicatrizar as fraturas de nosso mundo e de nosso interior. Desejamos aprender uns dos outros a viver a vida de maneira plena, ansiamos transformar aquilo de nós e de nosso interior que impede que tomemos contato com a realidade mais profunda e com as dimensões mais íntimas e sagradas das outras pessoas. Amém.

8 de dezembro:
‘MARIA DO SIM- FESTA DA IMACULADA CONCEIÇÃO

PALAVRA DE DEUS

“Disse, então, Maria: Eu sou a serva do Senhor; faça-se em mim
segundo a tua palavra! E o Anjo a deixou”. (Lc. 1, 38)

ORAÇÃO COMUNITÁRIA - DIZER TEU NOME, MARIA

Dizer teu nome, Maria,
É dizer que a Pobreza compra os olhos de Deus.
Dizer teu nome, Maria,
É dizer que a Promessa saboreia leite de mulher.
Dizer teu nome, Maria,
É dizer que nossa carne veste o silêncio do Verbo.
Dizer teu nome, Maria,
É dizer que o Reino
vem caminhando com a história.
Dizer teu nome, Maria,
É estar junto à Cruz
e nas chamas do Espírito.
Dizer teu nome, Maria,
É dizer que todo nome
pode estar cheio de Graça.
Dizer teu nome, Maria,
É dizer que toda morte pode ser também Sua Páscoa.
Dizer teu nome, Maria,
É dizer-te Toda Sua,
Causa de Nossa Alegria.
(Ainda Estas Palavras – Pedro Casaldáliga)

PALAVRA DE NOSSOS SANTOS

"A boa abelha sabe preparar mel doce de todas as fontes possíveis. O crítico, porém, faz mesmo do vinho doce um vinagre". Arnaldo Janssen

REFLEXÃO

Uma vez mais as palavras comovedoras de Maria se nos apresentam como modelo da aceitação total da vontade de Deus, que faz de sua humilde servidora a Mãe daquele que será o servidor anunciado pelos profetas (Is 42,1; 50, 1; 52, 13) e o Filho (Hb 1). Hoje o mundo se alegra com a festa de sua patrona e modelo; alegra-se porque encontra nela a imagem dessa nova vida que vai surgindo representada em múltiplas manifestações que irradiam nosso carisma nos diversos continentes, sob novos estilos e em meio de novas presenças. O sonho de Arnaldo Janssen se transforma hoje em realidade, abençoado por nossa Boa Mãe, ao encontrar tantos grupos de leigos comprometidos que compartilham a missão junto conosco. Tal é o exemplo de uma obra social do Bairro La Paz, zona marginalizada da cidade de Bogotá, onde um grupo de uns dez leigos animam as diversas atividades de promoção e acompanhamento da comunidade em serviços como a educação, saúde, confecção de roupas, evangelização e catequese e, trabalho com crianças e anciãos. A festa de hoje é manifestação de uma obra que vai além das fronteiras e que traz o anúncio gozoso de um sim nesses lugares em que o anúncio do evangelho se faz cada vez mais necessário, especialmente entre as crianças e jovens mais pobres.

Na alegria deste dia oremos por todos os grupos e pessoas leigas que conhecemos e partilham a missão. Façamos menção explícita deles. Assim, em muitas províncias vão surgir novos estilos de organização e de trabalho nos quais Verbitas e leigos buscam dar uma resposta generosa. Demos graças a Deus por esses novos sinais de vida e peçamos à Maria que continue sendo a fonte de inspiração, para que sejamos testemunhas dos valores do Reino por meio do seu testemunho e do nosso carisma missionário.

SABEDORIA E JUSTIÇA

“O lugar e o papel da mulher tanto na Igreja como na sociedade civil, particularmente sua participação na tomada de decisões, constituem um outro campo da nossa preocupação. Nos comprometemos a defender os direitos de igualdade entre as mulheres e os homens. Também queremos prosseguir nossos esforços de trabalhar de forma mais unida com nossas congregações irmãs, as missionárias Servas do Espírito Santo e as Servas do Espírito Santo de Adoração Perpétua. Resolvemos estender nossa cooperação com as mulheres (religiosas ou leigas) para além do horizonte de nossa família Arnaldina.”
Mensagem do Capítulo Geral, 2000, N.º 85

ORAÇÃO DO ADVENTO

Senhor, que venha teu reino e que se faça tua vontade:
quando optamos por lutar contra as injustiças deste mundo
e optamos por enfrentarmos a cobiça e o desejo de poder que existe
em nós mesmos, em nosso país e na comunidade global.
Que venha teu Reino neste tempo de Advento. Amém.

10 de dezembro:
‘NESSES PEQUENINOS...’ - DIA DOS DIREITOS HUMANOS

PALAVRA DE DEUS

“Se consegue achá-la, em verdade vos digo, terá maior alegria com ela do que com as noventa e nove que não se extraviaram. Assim também, não é da vontade de vosso Pai, que está nos céus, que um deste pequeninos se perca.” (Mt. 18, 13-14)

ORAÇÃO COMUNITÁRIA

ORAÇÃO COM OS POVOS DAS AMÉRICAS - Salmo 51 (50)

Tem piedade de mim, ó Deus, por teu amor!
Por tua grande compaixão, apaga a minha culpa!
Lava-me da minha injustiça e purifica-me do meu pecado!
Porque eu reconheço a minha culpa,
e o meu pecado está sempre na minha frente;
pequei contra ti, somente contra ti,
praticando o que é mau aos teus olhos.
Tu és justo, portanto, ao falar, e, no julgamento, serás o inocente.
Eis que eu nasci na culpa, e minha mãe já me concebeu pecador.
Tu amas o coração sincero, e, no íntimo, me ensinas a sabedoria.
Purifica-me com o hissope, e eu ficarei puro.
Lava-me, e eu ficarei mais branco
do que a neve.
Faz-me ouvir o júbilo e a alegria,
e que se alegrem os ossos que esmagaste.
Esconde dos meus pecados a tua face,
e apaga toda a minha culpa.
Ó Deus, cria em mim um coração puro,
e renova no meu peito um espírito firme.
Não me rejeites para longe da tua face,
não retires de mim teu santo espírito.
Devolve-me o júbilo da tua salvação,
e que um espírito generoso me sustente.
Vou ensinar teus caminhos aos culpados,
e os pecadores voltarão para ti.
Livra-me do sangue, ó Deus,
ó Deus, meu salvador!
E a minha língua cantará a tua justiça.
Senhor, abre os meus lábios,
e minha boca anunciará o teu louvor.
Pois tu não queres sacrifício, e nenhum holocausto te agrada.
Meu sacrifício é um espírito contrito.
Um coração contrito e esmagado tu não o desprezas.
Favorece a Sião, por tua bondade,
reconstrói as muralhas de Jerusalém.
Então aceitarás os sacrifícios rituais, ofertas totais e

PALAVRA DE NOSSOS SANTOS

"Queremos tentar viver a plenitude da fé, e queremos por isso pôr em primeiro lugar a veneração da Santíssima Trindade e das distintas pessoas divinas". Arnoldo Janssen

REFLEXÃO

Estamos frente a uma jornada que apresenta um grande significado para toda a humanidade e obviamente para nosso mundo . A comparação das cem ovelhas e aquela que se perde e que é resgatada pelo bom pastor, é o convite para pensar em toda essa série de “pequeninos” com os que nos encontramos diariamente na rua, em nosso trabalho, os vemos na televisão, ou lemos deles nos jornais e revistas etc, muitas vezes maltratados em seus direitos como pessoas. Uma jornada como a de hoje nos leva a pensar em todos esses povos e nações especialmente do terceiro mundo, onde as injustiças de todo tipo condenam os seres humanos a sofrer flagelos: fome, violência, tortura, e a própria morte. E é precisamente o povo indígena o que ao longo da história foi um dos mais golpeados pelo esquecimento e falta de oportunidades para seu crescimento, respeito e desenvolvimento de seus próprios valores. Um dos exemplos mais belos na luta a favor dos direitos humanos, da paz e dos direitos específicos dos povos indígenas foi o de RIGOBERTA MENCHU TUM, líder Guatemalteca, que sofreu desde criança os rigores da repressão indígena a seu povo e sua família, e que ao longo destas duas últimas décadas, foi uma voz profética em diversos ambientes sobre a condição dos povos indígenas na Guatemala e América Central. Prêmio Nobel da Paz em 1992 e prêmio Príncipe de Astúrias em 1998, Rigoberta foi testemunho vivo de um povo que busca a justiça e a libertação.

Seja este o momento de recordar e apresentar ao Senhor a vida de alguns de nossos irmãos que partilham junto com os povos indígenas na América Latina sua missão de ser testemunhas do evangelho. Sua presença se estendeu a diversas nações: México, Guatemala, Venezuela, Colômbia, Equador, Bolívia, Paraguai, Argentina. Oremos para que a obra que se realiza com os povos indígenas, em tantos lugares do mundo, seja uma semente de esperança para todos estes pequeninos do Evangelho que o Bom Pastor nos convida a que busquemos, para continuar construindo com eles um mundo mais justo e humano.

SABEDORIA E JUSTIÇA

"Nos momentos mais difíceis, nas situações mais duras e complexas fui capaz de sonhar com um futuro mais formoso".
Rigoberta Menchu Tum, Guatemala

ORAÇÃO DO ADVENTO

Fica conosco, Emanuel,
Ele é o Deus que de nós se achega,
Deus que entrou na história humana,
Deus que fica unido a nós. Amém

12 de dezembro:
Festa de Nossa Senhora de Guadalupe,
Padroeira do América Latina y Filipinas.

PALAVRA DE DEUS

“Minha alma engrandece o Senhor, porque perdura sua misericórdia de geração em geração, exaltando os humildes e acumulando de bens os famintos” (Lc, 1, 46-56).

ORAÇÃO COMUNITÁRIA

ORAÇÃO A NOSSA SENHORA, MÃE DO NOSSO MUNDO

Irmã peregrina dos Pobres de Javé,
Profetisa dos pobres libertados, Mãe do Nosso Mundo,
mãe de todos os homens deste mundo único
porque és a Mãe do Deus feito homem.
Com todos os que crêem em Cristo
e com todos aqueles que, de algum modo, buscam seu Reino,
chamamos a Ti, Mãe, para que lhe fales por todos nós.
A Ele que se fez pobre, pede que nos
comunique as riquezas de seu Amor,
que sua Igreja se despoje, sem subterfúgios,
de toda outra riqueza.
A Ele, que morreu na Cruz para salvar
as pessoas,
Pede-lhe que nós, seus discípulos,
saibamos viver e morrer pela total libertação de nossos irmãos e irmãs.
Pede-lhe que nos devore a fome e a sede daquela Justiça que despoja e redime.
A Ele, que derrubou o muro da separação,
Pede-lhe que todos os que levamos
o selo de seu Nome
busquemos de fato,
por cima de tudo o que divide,
aquela unidade reclamada por Ele mesmo
no testamento,
e que só é possível na liberdade
dos filhos e filhas de Deus.
Pede-lhe, a Ele, que vive Ressuscitado junto ao Pai,
que nos comunique a força jubilosa de seu Espírito
para que saibamos vencer o egoísmo, a rotina e o medo.
Mulher campesina e operária, nascida numa colônia
e martirizada pelo legalismo e a hipocrisia:
ensina-nos a ler sinceramente o Evangelho de Jesus
e a traduzi-lo na vida com todas suas revolucionárias conseqüências,
no espírito radical das bem-aventuranças
e no risco total daquele Amor
que sabe dar a vida pelos que ama.
Por Jesus Cristo, teu Filho, o Filho de Deus, nosso Irmão.
(P. Casaldáliga)

PALAVRA DE NOSSOS SANTOS

"Não são as longas orações, mas as ações generosas que tocam o coração de Deus." Arnaldo Janssen

REFLEXÃO

Na tradição da Igreja Latino-americana o dia de hoje representa sem dúvida uma das páginas mais belas e comoventes das manifestações de Maria a seus pequenos filhos do Evangelho. A aparição Mariana no monte Tepeyac no início da conquista Espanhola no México, constitui um momento importante, no qual será a presença de Maria na evangelização do continente. Maria é a mulher mestiça que saiu ao encontro do povo indígena e se apresentou como mãe terna e solidária em meio do sofrimento e dor de um povo que havia sido submetido e escravizado. Inspirados na Mãe de Guadalupe hoje recordamos todas essas mulheres do amplo continente latino-americano que tiveram que sofrer o desaparecimento e morte de seus filhos e entes queridos e por elas oramos. Recordemos as mães da praça de Maio na Argentina, as mães dos desaparecidos no tempo da ditadura no Chile, as mães de soldados e policiais mortos e seqüestrados pela violência na Colômbia, as mães de desaparecidos na Nicarágua, El Salvador e Guatemala, as mulheres que são perseguidas, torturadas e exiladas por denunciar os arranhões aos direitos humanos, as mulheres despojadas de suas terras no Brasil, as mulheres que não encontram outra saída senão a prostituição ou o crime para poder alimentar seus filhos.

O evento de Guadalupe é um convite a continuar impulsionando todos esses trabalhos que buscam a promoção e ajuda para a mulher. Pensemos naqueles que conhecemos ou dos quais nos têm falado. Assim mesmo façamos memória de todas as mulheres que trabalham Por SEU Reino. Demos graças a Deus por todas elas e pelo testemunho de tantas mulheres, que, inspiradas em Maria de Guadalupe, abrem seu coração para escutar os gritos e clamores de seus filhos e comunidades.

SABEDORIA E JUSTIÇA

"Em comunidade com a Igreja louvamos as maravilhas de Deus em seus Anjos e Santos. Pedimos-lhes a intercessão e orientamo-nos pelos seus exemplos.- De maneira especial veneramos Maria, Virgem e Mãe. Plena do Espírito Santo, foi chamada a ser portadora do Verbo Divino aos homens e a participar em sua obra redentora. Ela nos é modelo de fiel atenção e pronta resposta à Palavra de Deus, e nos ajudará a levar aos homens o Verbo Divino." (Constituição 406)

ORAÇÃO DO ADVENTO

Senhor, não nos deixes sucumbir na tentação.
A tentação de fechar nossa mente, nossos ouvidos e olhos
aos sistemas globais injustos que criam
uma maior separação entre ricos e pobres;
a tentação de pensar que é muito difícil
produzir alternativas mais justas.
Que venha teu Reino neste Advento. Amém.

15 de dezembro:
"SEGUIMOS O CAMINHO"

PALAVRA DE DEUS

“Eu sou teu Deus, aquele que te ensina para o teu bem, aquele que te
conduz pelo caminho que deves trilhar”. (Is. 48, 1)

ORAÇÃO COMUNITÁRIA

Vimos ante ti, Senhor,
Sabemos o que temos que fazer:
semear sementes que um dia crescerão.
Regamos as sementes já plantadas
nos corações das pessoas
de nossas comunidades.
Sabemos que não podemos fazer tudo
e nos sentimos libertados a aceitá-lo.
Escutamos teu apelo,
Senhor, a fazer algo
e a fazê-lo do melhor modo que sabemos.
Somos operários, não construtores,
servidores e não messias.
Somos profetas de um futuro
que não será o nosso,
não veremos os resultados finais.
Pedimos-te que também nós,
tenhamos corações sem fronteiras.
Levantamos nosso coração para ti,
em união com Jesus
e com nossa Boa Mãe Maria,
em solidariedade
com todos os necessitados deste tempo. Amém.
(Esta oração se baseia nas palavras de Dom Oscar Romero)

PALAVRA DE NOSSOS SANTOS

Se você percebe erros numa comunidade, veja também o bem que ali sucede, e tenha confiança." Arnaldo Janssen

REFLEXÃO

Seu entusiasmo e energia eram algo que desde o primeiro momento causava impacto aos que o conheciam. Costumava ingressar nos salões de classe, e partilhava com a mesma doçura tanto os contos ternos dos pequenos como as histórias de suas andanças e viagens com os que se encontravam próximos a terminar sua aventura escolar. Sempre tinha uma palavra de alento e esperança para os pequenos e em seus lábios se traduzia a devoção a Maria Santíssima. Já em seus últimos anos sua preocupação constante pelos irmãos jovens manifestava-se nessa acolhida alegre, no sorriso em seus lábios, na mão no ombro e na sua frase de cabeceira “Irmãozinho, sinta-se orgulhoso de ser um filho de Deus”. Inteirei-me de sua morte estando muito distante dele, mas quanto ao seu funeral, o assistiram muitos daqueles cujas vidas foi marcada positivamente por sua presença; eles guardarão dele uma recordação viva e próxima.

Assim como o Irmão Fernando, colombiano e falecido em dezembro do ano 2000, são tantos e tantos os exemplos de nossos queridos irmãos idosos que permaneceram fiéis ao longo de sua vida, a esse caminho que algum dia, desde muito jovens, quiseram empreender. Suas vidas são um belo exemplo de constância em meio das dificuldades, de entrega generosa ante diversos desafios e de adaptação contínua aos novos sinais dos tempos.

Que este tempo de advento também seja um momento para rezar pela vida e o testemunho de nossos irmãos idosos... Pensemos nos Irmãos idosos de minha comunidade, ou aqueles que se encontram nas casas de descanso, ou aqueles que recentemente entregaram sua vida ao Pai. Louvemos a Deus pelo dom de suas vidas e que seu exemplo constitua estímulo para nossa própria perseverança e fidelidade à vocação que o Senhor nos convidou a seguir.

SABEDORIA E JUSTIÇA

"Cristo anuncia-nos Deus como um Deus da vida e do futuro. Ele mesmo é a ressurreição e a vida (cf Jo 11,25). Os incômodos da doença e da idade fazem-nos experimentar mais agudamente o mistério de sua paixão e morte. Na aceitação generosa de nossos incômodos completa-se a nossa conformidade com Cristo e cresce nossa esperança de um novo céu e uma terra nova (cf. 2 Pd 3,13)" (Constituição 413).

ORAÇÃO DO ADVENTO

Senhor, libra-nos do mal:
o mal de um mundo onde a violência ocorre em teu nome,
onde a riqueza de uns poucos é mais importante
que os direitos econômicos de todos,
onde as portas e barreiras entre os povos
são muito difíceis de derrubar.
Que venha teu Reino neste Advento. Amém.

17 De Dezembro:
‘A FÉ QUE MOVE A SOLIDARIEDADE’

PALAVRA DE DEUS

“Em Israel, não achei ninguém que tivesse tal fé” (Mt 8,10)

ORAÇÃO COMUNITÁRIA

Pai, faz que meus olhos vejam o que Tu vês.
Faz que meus ouvidos ouçam o eco de tua voz
nas ondas do criado.
Faz que meu falar seja um banho de palavras de néctar,
que se vertam sobre pessoas de amargura.
Faz que meus lábios só cantem os cantos
de teu amor e tua alegria.
Pai amado, realiza por meio de mim a obra da verdade.
Mantém minhas mãos
ocupadas em servir a todos os homens e mulheres.
Faz que minha voz esparja
Continuamente sementes de amor
para Ti no terreno dos homens e mulheres
que te buscam.
Faz que meus pés avancem sempre
DÁ-ME TUA FORÇA
pelo caminho da justiça.
Guia-me de minha ignorância à tua luz.
Pai, move meu coração
e faz-me sentir simpatia
por todas as criaturas viventes.
Que tua Palavra seja o Mestre da minha.
Pensa com meus pensamentos,
porque meus pensamentos são teus pensamentos,
minha mão é tua mão,
meus pés são teus pés,
minha vida é tua força
para fazer justiça entre os homens e mulheres. (P.Yoganada)

PALAVRA DE NOSSOS SANTOS

"Só o amor pode engrandecer o coração humano.” Arnaldo Janssen

REFLEXÃO

Martim e seus amigos suavam copiosamente, e não podia ser de outra forma. Haviam carregado sobre seus ombros aquele transformador durante umas duas horas, montanha acima, até chegar a casa. Martim havia-me dito umas noites antes em sua casa, sentado no chão, à luz de uma vela: “Se Deus quiser, para Natal teremos luz eléctrica”. Martim e seus amigos são indígenas da etnia maya-quiché e sua comunidade se encontra no alto de uma montanha onde o serviço de água potável é escasso e onde, ao iniciar o terceiro milênio, o século da alta tecnologia e do mercado global, seus habitantes não têm acesso ao serviço da energia eléctrica. O compromisso de Martim com seu povo o fez começar a visitar pessoas e enviar pedidos e promover a organização de sua comunidade. Ele também é catequista e encontra na sua fé a força para consumir-se em favor de seu próprio povo. Nem as seis horas de caminho que às vezes teve que percorrer cada dia para fazer gestões, nem as muitas negativas que teve que enfrentar o fizeram desistir. “Se Deus quiser”.

Muitas pessoas desanimam e desistem facilmente ante as dificuldades. Deixam que o medo as paralisem. Quiçá nós mesmos vivamos esta experiência. Contudo o Senhor nos convida a viver da fé, a fé verdadeira que nos move em direção à solidariedade e ao compromisso com quem nos rodeia, a fé que cura nossas paralisias...

Apresentemos ao Senhor pessoas e grupos concretos que conhecemos, que estão comprometidos na transformação de nossa sociedade e que o fazem movidos por sua fé em Jesus. Pode ser que o façam silenciosamente, como Martim, longe das telas de televisão ou das manchetes dos periódicos, ou pode ser que sejam muito conhecidos. Pensemos nas ONGs como VIVAT e Fundações que vão surgindo no mundo Verbita, as quais querem ser a nova contribuição do Instituto nesta transformação.

Demos graças ao Senhor por estas pessoas e grupos e demos graças também pela forma em que nossa própria comunidade está comprometida em favor dos pobres e necessitados que vivem perto de nós. Peçamos fé e valentia para continuar dando novos passos no compromisso solidário que, desde o pequeno, quer construir um mundo mais justo e mais humano.

SABEDORIA E JUSTIÇA

“Como não referir-nos a América Latina, à qual nos sentimos tão próximos? Em alguns países deste grande continente, a persistência de desigualdades sociais, o tráfico de drogas, fenômenos de corrupção e violência armada podem ameaçar as bases da democracia e desacreditar a classe política.

…Quero convidar insistentemente os habitantes latino-americanos a manter viva a esperança em meio às dificuldades atuais, sendo conscientes de que, ao contar com tantos recursos humanos e naturais, a situação presente não é irreversível e que se pode superar com a colaboração de todos. Para isso, é necessário deixar de lado os interesses privados ou partidários e promover por todos os meios legítimos, o interesse da Nação, com a recuperação dos valores morais, o diálogo franco e aberto, e a renúncia ao supérfluo em favor daqueles que sofrem todo tipo de necessidade. Com este espírito, é preciso ter em conta que a acção política é antes de tudo um nobre, austero e generoso serviço à comunidade".
João Paulo II, 10 de Janeiro de 2002,
Discurso aos Membros do Corpo diplomático.

ORAÇÃO DO ADVENTO

Senhor Jesus, quando nos
preparamos para o Natal,
desata suavemente em nós, a
simplicidade e o silêncio do estábulo. Amém

19 De Dezembro:
‘ABRIR OS OLHOS

PALAVRA DE DEUS

“Quando entrou em casa, os cegos aproximaram-se dele. Jesus lhes perguntou: Credes vós que tenho poder de fazer isso? Eles responderam: Sim, Senhor. Então tocou-lhes os olhos e disse: Seja feito segundo a vossa fé. E os seus olhos se abriram.” (Mt. 9, 28-29)

ORAÇÃO COMUNITÁRIA

Nas palavras de uma Oração Eucarística, dizemos:
“Dai-nos olhos para ver as necessidades
e os sofrimentos dos nossos irmãos e irmãs;
inspirai-nos palavras e ações
para confortar os desanimados e oprimidos;
fazei que, a exemplo de Cristo,
e seguindo o seu mandamento,
nos empenhemos lealmente no serviço a eles.
Vossa Igreja seja testemunha viva
Da verdade e da liberdade,
Da justiça e da paz,
Para que toda a humanidade
Se abra à esperança de um mundo novo.”

PALAVRA DE NOSSOS SANTOS

"O melhor lugar no mundo para mim será sempre aquele onde Deus me queira." José Freinademetz

REFLEXÃO

Gregoria é uma senhora indígena de mais de quarenta anos. Como nunca teve a oportunidade de ir à escola, não sabe ler nem escrever. O ano passado, a Comissão de educação de sua diocese lançou um programa de alfabetização bilingüe para adultos e dona Gregória se inscreveu. Os que trabalharam em alfabetização na América Latina sabem que a inscrição ainda é um grande passo, não é tão importante como poder continuar. Dona Gregória devia caminhar, descalça, pelo menos uma hora através das montanhas para chegar à casa onde se reunia o grupo; este se reunia duas vezes por semana. Ela não desanimou. Recordo seus olhos concentrados profundamente, tratando de decifrar as letras escritas no quadro negro: "M ... a ... m ... ã ... e". E seu sorriso, quando terminava de ler cada palavra. E recordo aquele grupo de mais de quarenta homens e mulheres indígenas que terminaram o programa e se reuniram para encerrar com diferentes atividades, nas quais puderam compartir suas novas habilidades. Eles e elas haviam decidido abrir os olhos, fortalecer a consciência de sua própria dignidade, aumentar sua autonomia para pronunciar sua própria palavra.

As pessoas na América Latina e no mundo inteiro desejam fervorosamente abrir os olhos, expressar sua palavra, fazer valer sua dignidade de filhos e filhas do Pai. Nós somos chamados a propiciar situações nas que isto seja possível. Nossa tradição educativa, nossos recursos nossa própria vida podem ajudar a comprometer-nos com estes irmãos e irmãs nossos que desejam ver e viver em plenitude. Demos graças pela forma em que nossas Províncias e nossas comunidades foram capazes de ajudar a abrir os olhos dos que querem ver, especialmente das pessoas mais necessitadas. Peçamos que nossos olhos nunca se fechem à necessidade dos que estão a nosso lado passando necessidade. Coloquemos nas mãos do Senhor nosso desejo de compromisso e peçamos a força de realizá-lo.

SABEDORIA E JUSTIÇA

A vida consagrada quer reflectir sobre os próprios carismas e sobre as próprias tradições, para colocá-los também a serviço das novas fronteiras da evangelização. Trata-se de estar perto dos pobres, dos anciãos, dos toxicodependentes, dos portadores de SIDA, dos desterrados, das pessoas que sofrem todo tipo de sofrimento por sua realidade particular. Com uma atenção centrada na mudança de modelos, porque não se crê suficiente a assistência, busca-se erradicar as causas em que tem sua origem essa necessidade. A pobreza dos povos é causada, em parte, pela ambição e indiferença de muitos e pelas estruturas de pecado que devem ser eliminadas, sobre tudo com um compromisso sério no campo da educação.
Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, Caminhar desde Cristo: um renovado compromisso da Vida Consagrada no Terceiro Milênio, Instrução, 36.- 14 de Junho de 2002.

ORAÇÃO DO ADVENTO

Senhor,
durante este Advento,
buscamos estar em solidariedade
com aqueles com quem vivemos,
com aqueles cujas vidas estão mergulhadas na dor
e que sempre estejamos contigo,
o menino que aguarda o seu nascimento, na manjedoura.
Amém.

22 De Dezembro:
'NÃO TEMAIS!'

PALAVRA DE DEUS

“Não tenhas medo, Maria, porque encontraste graça diante de Deus”
(Lc 1, 30).

ORAÇÃO COMUNITÁRIA - Lucas 1, 46-54

Maria, então, disse:
Minha alma engrandece o Senhor,
E meu espírito exulta em Deus em meu Salvador,
Porque olhou para a humilhação de sua serva.
Sim! Doravante as gerações todas
Me chamarão de bem-aventurada;
Pois o Todo-Poderoso fez grandes coisas em meu favor.
Seu nome é santo
E sua misericórdia perdura
de geração em geração,
Para aqueles que o temem.
Agiu com a força de seu braço,
Dispersou os homens de coração orgulhoso.
Depôs poderosos de seus tronos,
E a humildes exaltou.
Cumulou de bens a famintos
E despediu ricos de mãos vazias.
Socorreu Israel, seu servo,
Lembrado de sua misericórdia

PALAVRA DE NOSSOS SANTOS

"Que imenso bem é a paz!
Onde a paz está ausente, o diabo reina; onde há paz, moram os santos Anjos. Por isso cada um faça a sua parte, para que a paz divina reine entre eles". Arnaldo Janssen

REFLEXÃO

O medo é, muitas vezes, nossa primeira reação quando somos chamados para uma ação que ultrapassa nossas forças normais. É um consolo saber que Maria não foi excepção. Muitos homens e mulheres da América Latina ouviram outros apelos para seguir novos caminhos de justiça e tiveram que superar seus medos naturais. Em 1988, na cidade de Xapuri (Estado do Acre, Brasil), o líder ecologista Francisco Mendes foi assassinado. Conhecemo-lo melhor como Chico Mendes. Não era um homem rico, pois não tinha muitas posses; contudo tinha muitos ideais. Não tinha muitas relações com gente poderosa ou rica. Estava comprometido com a terra e com sua gente. Tinha esposa, filhos e um pequeno eito de terra cultivável. Devido ao fato de ter superado seus medos, e também seu compromisso em defesa da vida, isto é, porque abraçou a causa ecológica, foi brutalmente assassinado por alguns latifundiários. Sua luta em defesa dos pequenos camponeses contra a expropriação da terra ameaçava seus interesses econômicos. Não resta dúvida de que fomos testemunhas de situações similares de perda de vidas em nome da vida, em muitos lugares do mundo. Essas vidas foram silenciadas, mas deixaram sementes de esperança.

Agradeçamos os sinais de esperança que existem entre nós. Recordemos na oração os líderes das organizações que trabalham pela causa ecológica, que defendem a vida e a terra. Recorramos a Maria, e depositemos diante dela nossos medos pessoais, sempre que defendamos ações justas que protegem o meio ambiente.

JUSTIÇA E SABEDORIA

“Reconhecemos que uma das mais recentes áreas de preocupação missionária é o trabalho pela integridade da criação. À luz da crise ecológica contemporânea, nossa preocupação pelo bem-estar das gerações vindouras nos leva a nos engajarmos na preservação do meio ambiente e a adotarmos um estilo de vida que testemunhe a importância que a preocupação ambiental merece.”
Mensagem do Capítulo Geral, 2000, N.º 82

ORAÇÃO DO ADVENTO

Deus que renovas as coisas,
oramos neste tempo de Advento
para que um novo espírito de interesse pelo outro
estenda seu influxo por toda a terra,
a fim de que todas as nações atuem em favor da criação
e se silencie o estrondo das motos serras,
se extinga a queimada dos bosques,
se purifique a poluição do ar,
se conserve a energia saudável,
se detenha a maré da poluição;
de modo que os nossos hábitos destruidores
transformem-se em novas fontes de vida.
Amén.